A Poesia Também Se Veste


Oficina Editorial




Vestir-me de ti. Das tuas palavras.
Lê-me quando passo. Depressa. Espera que eu pare. Lê devagar. Lê tudo. Lê o que consegues. Lê à luz do dia. Lê ao luar. Naquela rua. Quando fico. Quando me afasto. Pede para ler. Lê à sucapa. Lê como quem escreve. Lê e volta a ler. Para dentro. Em voz alta. À sombra. Ao sol.
Poesia na paisagem, na pele, vestida no tempo do teu olhar.


A Poesia Também Se Veste é um projecto editorial de poesia em vestuário, acessórios e objectos improváveis de difusão da linguagem poética. Tem por missão promover a leitura de poesia e incentivar escritores emergentes através da publicação das suas experimentações poéticas.
Surgimos enquanto manifesto sociocultural que contesta a literatura fast-food que alimenta a crescente atitude de inércia criativa/criadora, de negligência comunicacional e anemia emocional. Um projecto de intervenção na flacidez cultural das populações e no obscurantismo poético que invade a paisagem literária e educativa. Somos palavras ditas, lidas, escritas, postas em movimento, em trânsito, na fugacidade e errância diária das relações e ralações humanas. 
O Poesia Também Se Veste pretende desenvolver um contacto directo e epidérmico com a poesia. Contextualizada em cenários imprevistos e transitórios, em objectos do dia-à-dia banalizados na repetição das rotinas. Queremos tornar a poesia mais sensorial na forma como é partilhada, lida e sentida - convocada pelo corpo que a veste, pelas mãos que a tocam. Quem a “transporta”, interpreta, encena, personaliza, humaniza, insinua as palavras. Personalizando ideias e imagens, relacionando-se emocional e cinesicamente com o texto. Identificando, interiorizando e aplicando particularidades da linguagem não-verbal de si próprio desenvolvendo, desse modo, a familiarização com o código linguístico e o sentido estético inerente ao discurso poético. Reconhecendo e valorizando a língua portuguesa como património pessoal e cultural, impelindo para a escrita e para a literacia.

O Poesia Também Se Veste é uma homenagem a António Ramos Rosa. Pedra, sílaba e asa inspiradora.


A partir de Janeiro de 2014, o Terra.Corpo abre um CALL FOR Pessoas que Escrevam Poesia e queiram participar neste projecto e ver o seu universo criativo de palavras publicado. 

Contactem-nos!

Fotografia de Ema Inácio




 

Blogger news

Blogroll