Dança Movimento Terapia


Psicoterapia pelo Movimento Expressivo e Simbólico


O nosso corpo revela a passagem das emoções do mesmo modo que a areia revela a passagem do vento.
B.B. Cohen


A Dança Movimento Terapia (DMT) é uma psicoterapia expressiva que utiliza o movimento como um processo para promover a integração emocional, cognitiva e física da pessoa. Privilegia a comunicação não-verbal e intervém sobre o corpo relacional e simbólico, através do qual o indíviduo desenvolve um processo criativo de crescimento pessoal e de ligação de aspectos somáticos e psicológicos. O movimento – sua observação, análise e perfil – reflecte e revela aspectos da personalidade, incluindo expressões de subjectividade, emoções e padrões de desenvolvimento e relacionamento interpessoal. Corpo e mente estão em constante, complexa e recíproca interacção pelo que mudanças significativas ao nível do movimento afectam o funcionamento total da pessoa. Como intervenção multidisciplinar, a DMT utiliza a teoria e o método psicoterapêutico, funda-se na investigação sobre a comunicação não-verbal, na psicologia do desenvolvimento e nos sistemas de observação e análise de movimento.
A DMT, enquanto abordagem preventiva e proporcionadora de bem-estar, dirige-se a todas as pessoas que prefiram expressar-se por outras vias que não só a palavra, que queiram ampliar/aprofundar o seu autoconhecimento e o seu desenvolvimento pessoal, ou ainda, que pretendam explorar os aspectos comunicativos, relacionais e criativos do movimento, dentro de um ambiente seguro e contentor, facilitado pela terapeuta.
A DMT dirige-se igualmente a crianças, adolescentes, mulheres grávidas, adultos e idosos com problemáticas de maior especificidade, tais como: Perturbações da imagem corporal; Perturbações da vinculação e da relação Mãe-Bebé; Perturbações do desenvolvimento; Perturbações do movimento; Perturbações da relação e da comunicação; Limitações motoras; Dificuldades de aprendizagem; Problemas de comportamento diversos (hiperactividade, inibição, agressividade, oposição…); Abuso físico e sexual; Perturbações do comportamento alimentar (anorexia, bulímia); Perturbação da ansiedade; Stress; Toxicodependência e alcoolismo; Psicoses; Depressão e outras perturbações do humor; Demências; ETC.

Atividades
- Sessões Individuais
- Sessões de Grupo (Aberto e Fechado)
- Sessões Mãe-Bebé
- Acções de Formação e Workshops
- Avaliações do Perfil de Movimento

Acerca da DMT
Com a evolução da dança moderna no princípio do século XX, que contou com as contribuições de Isadora Duncan (1877-1927) e de Mary Wigman (1886-1973), desenvolveu-se a ligação dos conceitos “motion-emotion”, em português movimento-emoção. Associadas à expressividade e espontaneidade nos palcos das novas correntes de Dança, as teses psicanalíticas de Wilhelm Reich e Carl Jung viriam a desempenhar um papel fundamental no que seria em breve a dança-terapia.
Cruzando influências e aproveitando as condições adversas surgidas durante a Segunda Guerra Mundial, nomeadamente a redução do volume de trabalho dos bailarinos e o números de vítimas com sequelas físicas e psicológicas da guerra, os pioneiros da dança-terapia iniciaram a sua abordagem em hospitais psiquiátricos, desenvolvendo o potencial terapêutico da dança e do movimento. Nos anos sessenta, o grupo de Marian Chace (1896-1970), consciente da exigência de tal intervenção psicoterapêutica, começa a formar novos terapeutas de modo a assegurar a seriedade e qualidade do seu trabalho, o que implica estudos teórico-práticos e períodos de prática sob a supervisão de profissionais experientes. Em 1966, foi fundada a Associação Americana de Dança Terapia. Hoje em dia, existem Associações de Dança Terapia em vários países, sobretudo na Europa.
Em Portugal, a Dança Terapia surgiu e desenvolveu-se de modo clínico e profissional em 1999 através da Dra. Isabel Figueira. Formada no Laban Center em Londres, teve um papel decisivo no desenvolvimento de novas e boas práticas desta intervenção psicoterapêutica. Com a colaboração de vários dança-terapeutas europeus, começou a desenvolver oportunidades de formação e promoveu diversos encontros nesta área. Desenvolveu um curso de formação intensiva em Dança Movimento Terapia no Hospital Miguel Bombarda, uma pós-graduação em Dança Movimento Terapia e Comunicação Não-Verbal na Universidade Autónoma de Lisboa e fundou a Sociedade Portuguesa de Dança Movimento Terapia, a qual estabeleceu pontes de ligação com outras Associações de DMT, promoveu workshops de formação, acompanhamento psicoterapêutico pelo movimento e foi responsável pela supervisão e reconhecimento profissional dos novos dançaterapeutas.


 

Blogger news

Blogroll